Rádio no Celular ou Tablet

Ouça a Rádio Cultura no seu Celular ou Tablet

Baixe aqui

Peça a sua música

Peça a sua música
Entre em contato com a Radio Cultura. Peça sua música ou mande seu recado

Saiba mais

Galeria Cultura

Bolsa de Empregos

Esta procurando emprego?
Confira a lista de nosso caderno de empregos.

EDUCAÇÃO: Governo federal anuncia mudanças para o ensino médio

O governo federal anunciou nesta quinta-feira (22) uma serie de mudanças no ensino médio do país, que serão encaminhadas por meio de Medida Provisória para a aprovação do Congresso Nacional. A MP altera alguns artigos da Lei de Diretrizes e Bases de 1996. Aumento da carga horária, eliminação de disciplinas obrigatórias e flexibilidade curricular são algumas das mudanças.

O currículo será o mesmo em todo o país, definido pela Base Nacional Comum Curricular. A grade também será formada por cinco “itinerários”, com ênfase nas seguintes áreas: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional. De acordo com o ministro da Educação, Mendonça Filho, o foco da reforma são os estudantes.

O ensino de artes e de educação física vai passar a ser opcional, sendo obrigatório apenas no ensino infantil e fundamental. O inglês passa a ser idioma obrigatório nas escolas a partir do sexto ano.

A Medida Provisória prevê ainda um aumento da carga horária para o ensino médio. A ideia é que ela seja ampliada progressivamente até atingir mil e 400 horas por ano – hoje são 800. A meta, segundo Mendonça Filho, é ter 500 mil jovens matriculados em tempo integral até 2018. Para ajudar os estados nessa direção, o ministro informou que o governo federal vai investir 1 bilhão e meio de reais nos próximos dois anos.

A preocupação do governo federal com o ensino médio diz respeito ao fraco desempenho alcançado nos últimos anos. Segundo o ministro, o ensino médio está em “falência” e estagnado desde 2011. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de 2015, o Ideb, ficou em 3,7, abaixo da meta de 4,3 definida pelo Ministério da Educação.

O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, cumpre agenda nesta sexta-feira em Apucarana

Ele participa de uma solenidade às 15h30 no Hospital da Providência, nesta sexta-feira, quando deverá anunciar mais um aporte de recursos – via Sistema Único de Saúde (SUS) -, incluso no orçamento da União em 2017, contemplando a instituição filantrópica de Apucarana.
Ao mesmo tempo, Ricardo Barros aproveita sua visita à cidade para fazer campanha em favor do candidato Beto Preto (PSD). O ministro é o líder maior do Partido Progressista (PP) no Paraná, e a sigla integra a coligação de partidos que apoiam a candidatura de Beto Preto (PSD) a prefeito, com Junior da Femac (PDT) na vice.

Revisão de pena de detentas pode abrir 400 novas vagas no Paraná

Processos das mulheres presas nas unidades prisionais de Curitiba e região serão revistos pelo Poder Judiciário do Paraná, o que pode resultar na abertura de cerca de 400 vagas no sistema penitenciário estadual. A revisão faz parte do projeto Cidadania nos Presídios, lançado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), primeiramente no estado do Espírito Santo, e agora no Paraná. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (22), durante a 427ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, em de Foz do Iguaçu, no Oeste do Estado.

O secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná, Wagner Mesquita, que participou do evento, adiantou que as vagas abertas serão ocupadas por presos do sexo masculino. “Vamos aguardar a revisão dos processos das presas. Nossa intenção é retirar os detentos que hoje estão nas delegacias de Curitiba e Região Metropolitana. É uma ação prevista no contexto da megaoperação Impacto, lançada na semana passada”, disse Mesquita.

O 2º vice-presidente do CNJ, Marcos Roberto Fuchs, destacou a atuação do Departamento Penitenciário (Depen) do Paraná. “O Paraná mais uma vez está na vanguarda, dando um exemplo que o Brasil inteiro deve adotar. Eu vi o trabalho que o Depen tem realizado, o carinho com a questão prisional e com o preso é um motivo de alegria e satisfação”, comentou.

“Manter uma mulher presa por tráfico, que foi presa por um grama e meio de maconha, ou a mulher que tem que pagar a dívida do marido e entra na prisão com droga, é desumano, cruel e covarde. Nada mais sensato que soltar essas mulheres, nada mais humano que essa mulher ter o convívio com a família dela”, completou Fuchs.

O desembargador do Tribunal de Justiça paranaense Ruy Muggiati afirmou que o Paraná é o segundo estado do Brasil a adotar este projeto do CNJ. “O projeto foi lançado recentemente e, após a revisão das penas das detentas e o consequente preenchimento das vagas por presos do sexo masculino, este modelo será exemplo em todo o País”, disse.

Professores da rede pública, em estado de greve no PR reduzem aulas para 30 minutos nesta quinta-feira


As aulas na rede estadual de ensino do Paraná terão tempo de duração reduzido nesta quinta-feira (22). A decisão de paralisação parcial da categoria foi discutida em assembleia realizada no final de semana, em Curitiba. O protesto mira projetos discutidos no Congresso Nacional e na Assembleia Legislativa do Paraná que, segundo lideranças sindicais, afetam os professores.

Conforme diretores da APP-Sindicato em Apucarana (norte do Paraná), na quinta-feira os professores darão cinco aulas menores, com duração de 30 minutos cada.  A possibilidade de greve total da categoria não está descartada.

Mais Artigos...

Previsão do Tempo

Rádio Cultura

Mar10 Demo Image

Entre em contato.

Entre em contato através deste formulário, teremos o maior prazer em atendê-los.

Saiba mais...

RadiosNet

RÁDIO CULTURA DE APUCARANA - PR.
Avenida Munhoz da Rocha nº1601
CEP: 86800-010 / Cx. Postal: 777
Fone: 55 + 43 - 3423-2055 / Fax: 3422-0894