Rádio no Celular ou Tablet

Ouça a Rádio Cultura no seu Celular ou Tablet

Baixe aqui

Peça a sua música

Peça a sua música
Entre em contato com a Radio Cultura. Peça sua música ou mande seu recado

Saiba mais

Galeria Cultura

Bolsa de Empregos

Esta procurando emprego?
Confira a lista de nosso caderno de empregos.

Polícia cumpre mandados por irregularidades na Câmara municipal de Apucarana

O presidente da Câmara de Vereadores de Apucarana, Alcides Ramos Júnior (DEM), é procurado pela polícia sob a acusação dos crimes de peculato e formação de quadrilha. Ele teve a prisão preventiva decretada após ser denunciado pela Promotoria de Justiça de Proteção do Patrimônio Público e é considerado foragido da justiça.
Além de Ramos Júnior, outros quatro funcionários comissionados da Câmara tiveram as prisões preventivas decretadas. Duas servidoras chegaram a ser presas nesta manhã, mas uma delas teve a prisão revogada após assumir, em novo depoimento prestado nesta tarde, ter feito afirmações falsas quando interrogada pela primeira vez.
Os outros denunciados são dois assessores que, a exemplo do presidente da Câmara, não foram localizados e são considerados foragidos da justiça. Um deles atuava no gabinete de Ramos Júnior e outro na assessoria jurídica da Casa.
A denúncia oferecida pela promotoria imputa aos denunciados diversas práticas dos delitos de peculato-desvio como: produtos alimentícios em padarias e mercado da cidade, peças de veículos comprados para serem instaladas nos veículos oficiais da Câmara, lavagens em veículos particulares às custas da Casa de Leis e, ainda, o desvio de um aparelho projetor (datashow) de propriedade do Legislativo.

Justiça decretou a prisão de várias pessoas por supostas irregularidades na Câmara

Após o Ministério Público (MP) oferecer denúncia contra 15 pessoas ligadas à Câmara de Vereadores de Apucarana e a concessão de liminar pelo Judiciário, a polícia deu início nesta sexta-feira (30) ao cumprimento de vários mandados de prisão preventiva de pessoas suspeitas de envolvimento em supostas irregularidades no Legislativo Municipal. Segundo o promotor Eduardo Cabrini, duas pessoas já foram presas.

Ainda conforme o Ministério Público, entre as pessoas que tiveram a prisão decretada está o presidente da Câmara, Alcides Ramos Júnior (DEM), mas ele ainda não foi localizado. O trabalho de cumprimento dos mandados prossegue em vários locais de Apucarana.

Segundo o Ministério Público, entre as pessoas que tiveram a prisão decretada está o presidente da Casa, Alcides Ramos Júnior (DEM),

Palmeirense arranca orelha de gozador no interior do PR

O rebaixamento do Palmeiras para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro foi o pivô de uma agressão dupla contra Fabrício Garcia de Lemos, de 31 anos, no Jardim Independência, em Sarandi (PR), na região metropolitana de Maringá (50 quilômetros de Apucarana). Ricardo Luiz da Silva agrediu Fabrício depois de ouvir algumas piadas sobre o rebaixamento da equipe paulista.
Além da briga corporal, Ricardo, que é pedreiro e estava com uma machita na mão (aparelho com serras circulares), arrancou um pedaço da orelha da vítima e o agrediu com a serra por várias vezes. A mulher do agressor, Edlen, também participou da briga e o casal foi levado para a delegacia local logo em seguida. Os dois devem responder pelo crime de lesão corporal. Já Fabrício, foi levado para o Hospital Metropolitano.
Segundo a Polícia Militar, a confusão começou dentro de um bar, onde ambos bebiam. "Fomos avisados de que estava ocorrendo um problema e logo fomos para o local, onde tomamos as providências", disse o policial Conceição. Ao chegar na delegacia, coberto de sangue, o casal admitiu as agressões e somente a mulher, que pediu para rezar antes de entrar no prédio, parecia mostrar arrependimento. "Deixe eu orar, deixe eu orar!", gritava. Ricardo, por sua vez, preferiu pôr a culpa no Palmeiras e disse que não aceitava brincadeira de ninguém.

Fonte: Diário Maringá


Padre morre em acidente na PR 444

Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:10.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-ansi-language:#0400; mso-fareast-language:#0400; mso-bidi-language:#0400;}

A Igreja Católica está de luto na região com a morte do Padre Thelmo Ricardo Favoretto, de apenas 37 anos. O acidente foi divulgado pela Polícia Rodoviária nesta quarta-feira, 28 de novembro de 2012, e aconteceu ontem, após uma colisão frontal na Rodovia 444 entre Arapongas e Ribeirão dos Dourados, Mandaguari. Os veículos envolvidos no acidente foram: Um Polo Placas: AVU-8489 de Maringá, conduzido pelo Pe. Thelmo Ricardo Favoretto, de 37 anos, que saiu da pista no momento que chovia e bateu de frente com um Caminhão Ford Cargo 2428 de Garibaldi-RS da empresa Patrícia Logística Comercial Ltda e conduzido por Anilson Simão Serrano, de 44 anos. Padre Thelmo morreu no local. Segundo informações da Arquidiocese de Maringá, Padre Thelmo tinha 37 anos e era pároco da Paróquia Santa Rosa de Lima, no distrito de Iguatemi e assessor eclesiástico da Renovação Carismática Católica da Arquidiocese de Maringá. O velório do padre deve ser realizado na igreja matriz de Iguatemi. Já o sepultamento será na quinta-feira (29).

117
Próximo
Fim

Previsão do Tempo

Rádio Cultura

Mar10 Demo Image

Entre em contato.

Entre em contato através deste formulário, teremos o maior prazer em atendê-los.

Saiba mais...

RadiosNet

RÁDIO CULTURA DE APUCARANA - PR.
Avenida Munhoz da Rocha nº1601
CEP: 86800-010 / Cx. Postal: 777
Fone: 55 + 43 - 3423-2055 / Fax: 3422-0894