Justiça decretou a prisão de várias pessoas por supostas irregularidades na Câmara

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

Após o Ministério Público (MP) oferecer denúncia contra 15 pessoas ligadas à Câmara de Vereadores de Apucarana e a concessão de liminar pelo Judiciário, a polícia deu início nesta sexta-feira (30) ao cumprimento de vários mandados de prisão preventiva de pessoas suspeitas de envolvimento em supostas irregularidades no Legislativo Municipal. Segundo o promotor Eduardo Cabrini, duas pessoas já foram presas.

Ainda conforme o Ministério Público, entre as pessoas que tiveram a prisão decretada está o presidente da Câmara, Alcides Ramos Júnior (DEM), mas ele ainda não foi localizado. O trabalho de cumprimento dos mandados prossegue em vários locais de Apucarana.

Segundo o Ministério Público, entre as pessoas que tiveram a prisão decretada está o presidente da Casa, Alcides Ramos Júnior (DEM),

Compartilhe este artigo

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Previsão do Tempo

RadiosNet

RÁDIO CULTURA DE APUCARANA - PR.
Avenida Munhoz da Rocha nº1601
CEP: 86800-010 / Cx. Postal: 777
Fone: 55 + 43 - 3423-2055 / Fax: 3422-0894