Professores da rede estadual declaram estado de greve

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

Professores da rede estadual de ensino ameaçam entrar em greve no início do ano letivo de 2018. No último sábado (25), em assembleia com 1,2 mil presentes, os funcionários debateram e aprovaram calendário de mobilização apresentado pela direção e pelo Conselho estadual em Curitiba. Uma nova assembleia deve ser realizada em janeiro para decidir qual será o encaminhamento no próximo ano. Por enquanto, as aulas seguem normalmente.
A APP Sindicato reivindica reajuste salarial de 8,53% referente a 01 de janeiro de 2016 a 30 de abril de 2017 para aposentados na ativa, cumprimento da lei da jornada 1/3 hora atividade e reajuste do vale alimentação e pagamento do salário mínimo regional para os(as) funcionários(as) de escola.
Em Londrina, na sexta-feira (24), antes da Assembleia da APP, o governador Beto Richa (PSDB) foi questionado sobre a possibilidade de uma nova greve na educação. Para ele, a pressão da categoria é estimulada pelo sindicato, já que em outras áreas do funcionalismo não existem tantas cobranças. “Não há razão para isso. Queremos que eles trabalhem e possam ajudar a nossa sociedade. Chega de greve. Vamos trabalhar. Não sei se teve um governo que deu tanto reajuste salarial quanto o meu: 146% em um período em que a inflação foi de 50%”, afirmou.

Compartilhe este artigo

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Previsão do Tempo

RadiosNet

RÁDIO CULTURA DE APUCARANA - PR.
Avenida Munhoz da Rocha nº1601
CEP: 86800-010 / Cx. Postal: 777
Fone: 55 + 43 - 3423-2055 / Fax: 3422-0894